0%
Posted inSem categoria

Igualdade de Género

luissoares/Posted on /Comments Off

Na passada semana a Câmara Municipal de Guimarães apresentou o plano municipal para a Cidadania e igualdade. A Secretária de Estado da igualdade, presente na cerimónia, apontou Guimarães como um exemplo a seguir pelo país em matéria de igualdade de género. Na participação política continua a haver uma evidente sub-representação das mulheres, o que comporta uma dimensão de desigualdade injusta. Para combater tal desigualdade é importante que os Partidos convoquem todos à participação, e que criem condições para que as mulheres participem, integrem os seus órgãos e as suas listas aos atos eleitorais a que concorrem. O Partido Socialista é percursor nesse combate. Em Guimarães e no país. Deixo, contudo, uma nota pessoal. Não distingo o género. Ou seja, no que dependesse de mim não seriam necessárias “quotas voluntárias”, nem lei da Paridade. Tenho tido felicidade de trabalhar com os melhores. Homens e mulheres. Cada vez mais mulheres e cada vez mais bem preparadas. Reconheço, porém, que esta realidade resulta do contributo das “quotas voluntárias dos partidos” e da “Lei da Paridade” que constituíram um grande passo na promoção da igualdade de género na política, aumentando o número de participação das mulheres. Acredito que chegaremos ao dia em que tais medidas serão desnecessárias. Em Guimarães o Partido Socialista apresentou uma lista paritária que foi mais longe do que a Lei da Paridade previa. Os eleitos do Partido Socialista no órgão executivo estão distribuídos equitativamente segundo o género. Acrescento que, não fora o Partido Socialista e o executivo Municipal em funções seria todo composto por homens. Por isso que não fique dúvidas. Há ainda um mundo que separa os Partidos e a sociedade portuguesa sobre esta matéria. O PS Guimarães continuará a combater a desigualdade de género. No que diz respeito à participação política, dando o exemplo, e nas demais áreas da sociedade combatendo todas as manifestações que pretendem com base no conceito conservador da tradição, afastar a mulher do seu relevante papel de participação. Luís Soares, 35 anos, Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra. Lidera a Concelhia do Partido Socialista em Guimarães desde 2018 e desempenha o mandato de Deputado à Assembleia da República e de Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, Vila das Taipas.